quinta-feira, 6 de maio de 2010

Foco nele

O discursinho de Vanderlei Luxemburgo após a partida entre Santos e Atlético-MG, na Vila Belmiro, foi um novo caminho encontrado pelo treinador para chegar ao mesmo objetivo que ele busca nos jogos em que ele sai derrotado: desviar o foco.
Ao reclamar das provocações que recebeu dos santistas, palavras repetidas antes e depois da partida, Vanderlei não disse que o Santos foi melhor na Vila, assim como o Galo havia sido superior no Mineirão, semana passada. Ao não abrir espaço para perguntas, Luxemburgo não precisou explicar a apatia do Galo na Vila, não precisou admitir que chegou a Santos achando que a classificação era questão de tempo.
Os jogadores do Atlético não achavam isso. A Imprensa mineira não achava isso. Boa parte da torcida atleticana não achava isso. Mas Vanderlei achava. Iria se vingar do clube do qual foi chutado em dezembro, quando a diretoria mudou. A briga deixava de ser por uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil, deixava de ser um duelo entre campeões estaduais. Passava a ser uma briga Luxemburgo/diretoria do Santos. A mesma diretoria que não permitiu a ele continuar, para tratar o clube como se fosse a casa dele.
Robinho provocou. Não precisava provocar. Vanderlei se doeu. Não precisava se doer. Entrou na Vila Belmiro obcecado pela vitória. Não para classificar o Galo, mas para a vingancinha pessoal.
Antes do jogo, deixou claro qual era o foco. Depois, tentou desviar esse foco. Não explicou a certeza que tinha de que o resultado obtido Belo Horizonte era bom, mas insuficiente. Não disse por que armou o time tão defensivamente. Não deixou claro o por que do time ser envolvido pelo Santos. Não. O problema foi Robinho. E quem fica de gravatinha no estúdio da TV e diz que foi só uma brincadeira.
Vanderlei disse que a história dele no Santos acabou. Para o Santos, já havia acabado faz tempo.
Torcida do Galo, Vanderlei é isso. Não liga para o clube, só para ele. E desvia o foco, chamando a atenção para ele. As linhas gastas neste espaço com esse assunto são a maior prova disso...

3 comentários :

  1. Eu não disse que o Santos se classificaria? Finalmente percebi que toda a linguagem e a pose do Luxa serve, neste momento, para desviar o foco. Ele perdeu o bonde da história. Tem gente mais nova e mais competente no mercado. É uma pena q se chegue a esse ponto, mas ainda bem q ele nao vem mais pro Santos. Aliás, o Santos é que não quis mais ele.

    ResponderExcluir
  2. Excelente, Paulo!

    ResponderExcluir
  3. O VL não gosta de perder , sempre ele quer aparecer mais do que o jogo ou jogadores .

    ResponderExcluir