sexta-feira, 1 de abril de 2011

É difícil acreditar

Foi rápido, de repente e muito bem escondido.

O sheik entrou por onde ninguém viu e saiu por onde poucos imaginavam.

Feliz, realizado. Levando três nomes na bagagem.

Neymar, Paulo Henrique Ganso e Elano.

Assim que a participação do Santos na Libertadores for encerrada, o dito sheik leva não só os nomes, como também os jogadores.

O destino? Futebol árabe.

Não havia como competir com o dinheiro do petróleo.

Pagou as multas por Neymar e Ganso. Pagou a rescisão de Elano.

E ofereceu salários que ninguém no Brasil ou na Europa poderiam sequer cogitar.

Pobre Santos. Pobre Chelsea. Pobre Inter de Milão...

Rico sheik...

Levou embora.

É o mundo do futebol dos negócios. Quem tem, leva.

Busquei uma informação mais precisa, alguém que pudesse detalhar melhor tudo isso.

Primeiro, por uma negociação tão grande e rápida.

Segundo, pelo impacto. O torcedor santista dificilmente entenderá.

"Preste atenção a um detalhe", disse minha fonte.

E fui verificar o pequeno detalhe.

O calendário.

E verifiquei que hoje é 1º de abril.

E se você leu este post até aqui, peço as mais sinceras desculpas.

Pode usar o espaço dos comentários para me xingar.

Eu mereço...

Um comentário :

  1. Cara, quase morri do coração...Mas valeu a brincadeira.rsrsrs

    ResponderExcluir