sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Obediente

"Nunca levantei placa de igreja; somente a de Deus".
"O presidente acha que eu saí por isso. Acho que não foi. Foi pelo que aconteceu no jogo com o Flamengo. Como aquele homem que disse que, se eu saísse, o Santos iria para a Libertadores. Eu saí e o Santos não se classificou".
"A Bíblia manda obedecer as autoridades e eu vou acatar. Se não puder falar aqui, falo na rua, na igreja ou em casa".
"Religião não salva ninguém; o que salva é o relacionamento com Deus e isso eu tenho".
Esse é Roberto Brum, falando ao competente jornalista Luciano Ribeiro sobre aquele tópico da cartilha do Santos.
Sim, ele voltou...

3 comentários :

  1. È isto aí,Brum !

    Dar para falar de DEUS em qualquer lugar

    ResponderExcluir
  2. Aliás, "dá" para falar de Deus em todo lugar e a todo tempo

    ResponderExcluir
  3. Tomara que não proíbam a baba de camelo...

    ResponderExcluir